‘Se for necessário, não tenha dúvida de que eu voltarei’, diz Lula em BH sobre 2018

O ex-presidente Lula voltou a defender novas eleições diretas e reafirmou a possibilidade de ser candidato à Presidência da República em 2018. Em entrevista à “Rádio Itatiaia”, na manhã desta terça-feira (29), o petista — que está em Belo Horizonte desde ontem (28) à noite para encontro com movimentos sociais — diz ainda esperar desculpas de agentes do Ministério Público e Polícia Federal, e aponta o mercado interno como o propulsor para a retomada do crescimento do país.

“Se for necessário eu voltar, você não tenha dúvida de que eu voltarei. E se voltar, vou voltar para ganhar”. Lula avalia que não se pode aceitar que o Congresso Nacional, por meio da votação do impeachment, tenha legitimado Michel Temer (PMDB) como presidente da República. Para ele, não é “papel do Congresso eleger um presidente”. “Eu gostaria que tivesse eleição direta para presidente da República, que se marcasse um data, que convocasse eleição e que o povo pudesse voltar a exercer o seu direito de voto”, defende.

Ele critica a forma como as investigações da Polícia Federal e do Ministério Público vêm se desdobrando, ao levantar a hipótese de que as investidas dos órgãos fiscalizadores seriam para inviabilizar a sua candidatura em 2018. “É um processo de condenação via manchete, não um processo de condenação via apurações. Espero que essas pessoas que erraram tenham a humildade de dizer: ‘olha Lula, nós cometemos um erro, que não apuramos corretamente’. Que peçam desculpas”, disse.

Lula acrescenta ainda que, se eleito em 2018, fará “o país dar a volta por cima”. O petista defende investimentos do poder púbico no mercado interno para promover circulação de renda na economia do país. “Vou voltar para mostrar que o país não precisa estar nessa desgraceira, o pobre não pode pagar a crise, o Brasil precisa voltar a crescer”, afirma. “Você quer ajudar a economia crescer, comece pelo nosso mercado interno. O Estado tem que ser o indutor do começo do crescimento”, avalia.

Lula chegou à capital mineira na noite de segunda-feira, para participar da abertura da 7° edição da Expocatadores — convenção sobre reciclagem de resíduos sólidos —, realizada no bairro Esplanada, Zona Leste da capital. Na manhã de hoje, o ex-presidente encontrou com líderes de movimentos sociais na Ocupação Izidora, na região Norte da capital.

Fonte: Bhaz (Blogue)

Comentários