Finalmente em paz, Santos recebe o Coxa para 'estrear' no Brasileirão

Atual vice-campeão brasileiro, o Santos segurou seus principais jogadores e ainda trouxe seis reforços em janeiro. Apesar disso, o Peixe ainda não 'deslanchou' na temporada. Eliminado nas quartas de final do Paulistão, o alvinegro foi muito criticado nos primeiros meses de 2017. Segundo parte da torcida, a equipe não demonstrava garra e raça para alcançar voos maiores no ano. Porém, os comandados de Dorival Júnior acabaram com esses estigmas na última quarta-feira, quando conquistaram a vaga nas oitavas de final da Libertadores ao empatar com o The Strongest na altitude de La Paz, mesmo com um jogador a menos desde os primeiros minutos.

Após finalmente convencer os torcedores e garantir a classificação no torneio continental, o Santos agora 'vira a chavinha' e mira suas forças no Campeonato Brasileiro, onde encara o Coritiba, neste sábado, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro.

E se as coisas vão muito bem para o Peixe na Liberta, no Brasileirão, o início foi com o pé esquerdo. No último domingo, a equipe foi até o Rio de Janeiro e, mesmo sem fazer uma partida ruim, voltou para a Baixada Santista com uma derrota de 3 a 2 para o Fluminense na bagagem.

Após a estreia frustrante, os santistas querem a vitória sobre o Coxa para conquistarem seus primeiros pontos na competição nacional. E para o duelo, o técnico Dorival Júnior terá dois reforços importantes.

Zeca e David Braz voltaram a treinar com o elenco e devem começar jogando neste sábado. O lateral-esquerdo está recuperado de uma lesão no joelho esquerdo, operado no dia 12 de abril. Já o defensor retornou após sofrer um estiramento na perna esquerda e ficar fora das três últimas partidas.

Mesmo com os dois reforços, o técnico Dorival Júnior deve escalar um time misto diante do Coxa. Após sofrer com a maratona de três jogos fora de casa (contra Paysandu, Fluminense e The Strongest), os titulares terão suas condições físicas avaliadas e só depois o comandante definirá quem entrará em campo na Vila Belmiro.

O volante Thiago Maia, que cumpriu suspensão na Libertadores e nem viajou para a Bolívia, está garantido. Além disso, Bruno Henrique também não deve ser desfalque. Já Ricardo Oliveira, que ficou no banco contra o The Strongest e passou mal durante o jogo, também tem chances de jogar.

A única ausência confirmada é a de Victor Ferraz. O lateral-direito foi poupado por Dorival e será substituído por Matheus Ribeiro. Porém, Lucas Lima, Veríssimo, Vitor Bueno e Renato, que também vêm de uma grande sequência de jogos, são outros cotados para não entrarem em campo diante do Coritiba.

O Coxa começou muito bem sua campanha no Brasileirão, com goelada para cima do Atlético Goianiense, confirmando a boa fase mostrada na reta final da campanha vitoriosa. Agora a missão é buscar pontos fora de casa para seguir entre os líderes. Para isso, o técnico Pachequinho tem algumas dúvidas, já que terá alguns desfalques.

O meia Anderson, que durante a semana garantiu sua permanência no clube, está lesionado e fica afastado por pelo menos um mês, se juntando ao lateral Rodrigo Ramos e o atacante Iago, todos vetados pelo departamento médico com lesões musculares. Já Alan Santos, que sofreu uma pancada no joelho e foi substituído por Jonas, será reavaliado.

"Tendo a semana cheia, você consegue recuperar os atletas. E, mesmo assim, temos problemas de lesões que normalmente acontece no futebol. A nossa preocupação é em ter um elenco qualificado para não cair o rendimento da equipe e as peças que entrarem manterem o padrão de jogo e a qualidade", disse o treinador, que tem algumas opções para manter a formação.

O meia Tomas Bastos, que marcou dois gols em sua estreia, é o favorito para ficar com a vaga de titular no meio-campo. Porém, Tiago Real corre por fora para pegar o lugar. Na proteção a defesa, caso Alan Santos fique de fora, a briga fica entre Jonas e Edinho, o primeiro ganhando espaço e o segundo o antigo titular.

Data:

20 de maio de 2017, sábado

Assistentes:

Rodrigo F. Henrique Correa (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)

SANTOS:

Vanderlei; Matheus Ribeiro, Cleber Reis, David Braz e Zeca; Leandro Donizete, Thiago Maia e Léo Cittadini; Vladimir Hernández, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira (Kayke).

CORITIBA:

Wilson; Dodô (Léo), Werley, Walisson Maia, William Matheus; Jonas (Alan Santos), Matheus Galdezani e Tomas; Henrique Almeida, Kleber e Neto Berola.

Fonte: Terra Brasil

Comentários