Dólar fecha em queda com Trump e à espera do Copom

Notícias da sua região rio grande do norte cruzeiro do sul e região ji paraná e região central cacoal e zona da mata rio de janeiro rio de janeiro rio de janeiro e região são paulo e região são carlos e araraquara vale do paraíba e região rio grande do sul

Dólar fecha em queda com Trump e à espera do Copom Dólar fechou em queda nesta quarta-feira, a R$ 3,1916 na venda (Foto: André Paixão/G1) O dólar fechou em queda ante o real nesta quarta-feira (11) , no patamar de R$ 3,19 e no menor preço em dois meses, sintonizado com o comportamento da moeda norte-americana no exterior, com investidores mais aliviados depois de a entrevista do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, não surpreender e à espera da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) sobre a taxa básica de juro. A moeda norte-americana caiu 0,22%, vendida a R$ 3,1916, após bater mais de 1% de alta e ir R$ 3,2308 na máxima do dia, segundo a agência Reuters. Foi novamente o menor nível de fechamento desde 8 de novembro passado. Veja a cotação Acompanhe a cotação ao longo do dia:

Às 9h09, queda de 0,21%, a R$ 3,1918

Às 9h49, alta de 0,15%, a R$ 3,2036

Às 10h39, alta de 0,55, a R$ 3,2163

Às 11h19, alta de 0,63%, a R$ 3,2188

Às 12h, alta de 0,41%, a R$ 3,2119

Às 13h, alta de 0,59%, a R$ 3,2175

Às 13h29, alta de 0,91%, a R$ 3,2278

Às 15h20, queda de 0,08%, a R$ 3,1959

Às 16h59, queda de 0,22%, a R$ 3,1916 No exterior, o dólar o dólar passou a cair ante uma cesta de moedas e ante divisas de países emergentes, como o rand sul-africano, após a fala de Trump. Entre outras coisas, Trump disse que agências de inteligência dos EUA podem ter vazado um dossiê com o que ele chamou de "notícias falsas" sobre como a Rússia tentou influenciar suas ações, e afirmou que as alegações são mentirosas. Também criticou o programa de saúde do presidente Barack Obama, conhecido como Obamacare. De modo geral, os agentes econômicos temem que Trump, que assume o comando da maior economia do mundo no próximo dia 20, adote uma política econômica inflacionária e que obrigue o Federal Reserve, banco central norte-americano, a elevar ainda mais os juros nos Estados Unidos. Nesse cenário, haveria atração de recursos aplicados atualmente em outros países, como o Brasil, gerando pressão no dólar. No dia da eleição norte-americana, 8 de novembro, o dólar fechou a R$ 3,1674 ainda sob a expectativa da vitória da democrata Hillary Clinton. A moeda norte-americana subiu até R$ 3,4726 em 2 de dezembro, para então voltar a arrefecer. "Trump foi muito vago na sua entrevista. O mercado achou positivo ele não falar nada pesado, nada alarmante, mas acho preocupante justamente não sabermos nada", destacou à Reuyters o economista-chefe da gestora Infinity Asset, Jason Vieira. O Banco Central brasileiro continuou sem atuar no mercado de câmbio desde o dia 13 de dezembro. A forte desaceleração da inflação oficial, que ficou em 6,29% em 2016, fortalece a aposta dos economistas de que o Copom irá acelerar o ritmo de redução da taxa básica de juros (Selic). Depois de duas reduções de 0,25 ponto, o grupo se reúne nesta tarde, quando deverá anunciar mais um corte. Hoje, os juros estão em 13,75% ao ano.

Meirelles diz que acordo com o RJ é viável e será fechado até a semana que vemMinistro da Fazenda se reuniu com o governador do RJ para discutir socorro federal ao estado, que passa por grave crise financeira.Aposentadoria de quem ganha mais deve ter aumento acima do reajuste do salário mínimoÍndice usado para cálculo acumulou alta de 6,58%. Portaria que oficializa reajuste ainda não saiu.Trump diz pela 1ª vez que Rússia pode ter hackeado democratasResultado da inflação favorece corte dos juros, dizem analistasInflação de 2016 foi de 6,29%, abaixo do teto da metaPoupança teve rendimento melhor com índiceInflação de 2016 foi de 6,29%, abaixo do teto da metaPoupança teve rendimento melhor com índice17 presos mandantes de chacina no AM vão para presídios federaisAção popular pede suspensão de contrato da Umanizzare no AMNo TO, MP investiga contrato com gestora de presídioAção popular pede suspensão de contrato da Umanizzare no AMNo TO, MP investiga contrato com gestora de presídioChoque entra em prisão após revista gerar tumulto no RecifeForam encontradas duas armas de fogo, drogas e facas.Presos bebem água de privada onde houve massacre no AMDetentos vivem sob ameaças e têm sinal de celular.Após chamar chacina de acidente, Temer fala em 'matança'PF pede prorrogação de inquérito sobre Lula, Dilma e Cardozo no STFEx-presidentes e ex-ministro são investigados por suposta obstrução da Lava Jato.

Fonte: Globo.com

Comentários