Ministério da Saúde não faz nada correto no combate à obesidade, diz Marcio Atalla

Manaus aparece em 7° no ranking nacional da obesidade. Esse é um dos dados divulgados no dia 17 deste mês por uma pesquisa realizada pelo Ministério da Saúde (MS) em todas as capitais do País. Em entrevista ao Portal A Crítica, o preparador físico Marcio Atalla opinou que as características climáticas da cidade devem ter contribuído para o resultado não satisfatório de Manaus e de Rio Branco, também da região Norte, que aparece na 1ª colocação no ranking.

“Posso arriscar. A população de Manaus, por ser uma terra muito quente, acaba se locomovendo mais de carro e de ônibus. Isso acaba diminuindo o número de movimentos das pessoas. É algo bem típico da região Norte, diferente de cidades como Rio de Janeiro e São Paulo. Acredito que tenha a ver também com o nível de informação, mas o ponto maior é na diminuição no número de movimentos [em decorrência do calor]”, declarou Atalla.

O professor de Educação Física relatou que em países europeus, como a Dinamarca, com um grande consumo de pães; e o Japão, com amplo consumo de arroz, não há altos índices de obesidade. O segredo, segundo ele, está no estilo de vida que adotaram. Por isso é importante o combate ao sedentarismo.

Fonte: Jornal A Crítica

Comentários