O curioso atraso que deu origem à Netflix

Tudo começou no ano de 1997, quando o estadunidense Reed Hastings, indignado com a multa que havia recebido da empresa de locadora de filmes, a Blockbuster, por atraso ao devolver um filme, resolveu fundar a sua própria empresa de locadora de filmes.

Nesta mesma época, Reed havia acabado de receber US$750 milhões pela venda de outra empresa na qual era fundador, a Pure Software, que solucionava problemas de software através de produtos criados dentro da empresa.

Após o ocorrido do atraso a locadora de filmes, Hastings se juntou ao sócio Mark Randolph na criação da então Netflix, que até então fornecia filmes por locação através do correio, sem uma taxa de multa por atraso ao devolver o filme.

A ideia de não cobrar multas no atraso do retorno da locação, era uma ideia inovadora para um problema recorrente da época. Porém, a princípio a empresa não teve a ideia do sucesso no qual alcança hoje, pelo contrário, a dupla de sócios chegou a negociar a venda da #Netflix para o ‘’carrasco’’ desta história toda, a própria Blockbuster.

A mudança de milhões de dólares

Apenas no ano 2005, a Netflix foi decolar para o sucesso, após sair da forma de locação por correios e passar a locar filmes através de streaming, ou seja, através de mídias digitais online. O sucesso com a inovadora forma de locação de filmes trouxe a empresa um retorno imediato, em cinco anos a empresa chegou aos 16 milhões e hoje já alcança 81 milhões de assinantes espalhados por todo o mundo.

Em meio a todo esse processo de mudança e o sucesso corriqueiro, o Netflix passou a gerar seus próprios conteúdos, que têm grande audiência online, como: House Of Cards, Narcos, Stranger Things e outros.

Segundo dados da revista Forbes, o fundador Reed Hastings já tem seu patrimônio avaliado em torno de US$ 1.5 bilhão, sendo cerca de 90% em lucro da empresa Netflix.

Mais recentemente, Reed comentou em uma entrevista sobre o atual sucesso de sua criação "Nós não sabemos ao certo. Não é a Netflix que está fazendo as mudanças, é a internet. Todos os anos a gente descobre como usar a internet para melhorar a experiência do consumidor. Todo ano é um novo experimento".

Fonte: Blasting News

Comentários