Falta de participação popular marca entrega de medalhas em Ouro Preto

Citado por pelo menos seis delatores da Odebrecht por ter recebido R$ 13,5 milhões em propina, o governador Fernando Pimentel (PT) condecora nesta sexta-feira (21) outros cinco políticos investigados por corrupção na operação Lava Jato. A tradicional cerimônia de entrega da Medalha da Inconfidência, em Ouro Preto, região Central, homenageará, ao todo, 171 personalidades que contribuíram para o desenvolvimento de Minas e do Brasil. O homenageado com o Grande Colar (mais alta honraria) será o ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela (in memorian). Outros três governadores – Flavio Dino (PCdoB), do Maranhão; Tião Viana (PT), do Acre; e Rui Costa (PT), da Bahia – também foram citados por ex-executivos como destinatários de recursos para campanhas via caixa 2 da empreiteira. Um time de globais que se posicionaram publicamente contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff também foi escalado para receber a medalha e engrossar as críticas ao governo de Michel Temer (PMDB). O ator Wagner Moura e as atrizes Marieta Severo, Letícia Sabatella e Camila Pitanga são alguns exemplos de artistas que usam as redes sociais e a imprensa para criticarem as medidas do atual governo.

Fonte: O Tempo

Comentários